Que a Revolução Farroupilha é comemorada no dia 20 de setembro, em todo o Rio Grande do Sul, todo mundo sabe. Mas o que nem todo mundo sabe (ou lembra) é o que realmente significa essa data, porque é chamada de Guerra dos Farrapos, quem foi Bento Gonçalves, e o que é o Tratado de Poncho Verde.

É o que vamos explicar aqui, a partir de hoje.

A Revolução Farroupilha teve início em 20 de setembro de 1835 e foi uma revolta não só separatista mas também republicana desencadeada contra o governo imperial do Brasil. À época, o estado chamava-se Província de São Pedro do Rio Grande do  Sul. A Guerra dos Farrapos, como ficou conhecida, durou dez anos e teve início com a declaração de independência da província.

Levou esse nome porque “farroupilhas” ou “farrapos” é como eram chamados aqueles que se revoltaram contra o Governo Imperial. A alcunha fora dada pelo lado oposto, os imperialistas, de forma pejorativa, com o intuito de ofender os separatistas.  O apelido era usado já dez anos antes do início da revolução para designar membros do Partido Liberal, oposicionistas do governo central e que tinham tendências republicanas.

No início, os farrapos reivindicavam a retirada de todos os portugueses de cargos do Império e Exército, mesmo depois de declarada a independência da coroa portuguesa, tanto no governo central quanto nas províncias. Porém muitos acreditavam que apenas tornando as províncias independentes é que teriam autonomia para serem liderados por provincianos.

Você já conhecia a origem do termo “farrapos”? Continue ligado no blog da Facas Coqueiros para descobrir muito mais sobre o 20 de setembro.