Encerrando a nossa pequena série “Novas Carnes para seu Churrasco”, hoje falaremos sobre um corte nem tão novo ou desconhecido assim: o prime rib.

Chamado também de entrecot com osso, o prime rib é o filé da costela e, como o(s) nome(s) sugere(m), é a parte mais “premium” da costela, com ótimo nível de gordura, além de sabor e suculência incomparável.

Esse gigante que passa de 1kg é retirado entre a 6ª e 12ª costela do boi. E apesar de ser um corte nobre, encontrado nas chamadas “boutiques de carne”, a partir de animais premium, o prime rib pode também ser extraído no açougue da esquina.

Como assar

Caso o prime rib tenha sido comprado congelado, descongele-o de véspera na geladeira. Na hora de levar à churrasqueira, garanta que esteja em temperatura ambiente. A dica dos grandes assadores para o prime rib é salgar 10 a 15 minutos antes de levar ao fogo e selar a carne a cerca de 15 cm da brasa forte. Depois, suba para 40 cm e deixe até alcançar o ponto desejado. Outra dica de ouro é esperar alguns minutos antes de passar a faca. Assim os líquidos vão se redistribuir, ficando ainda mais suculenta.

Uma constante nos cortes apresentados nessa série é o processo inverso do que os gaúchos estão acostumados, que é levar a carne sempre de longe para não torrar por fora e quando quase pronta, “baixar” para dourar. Aqui, a dica é sempre selar para manter a suculência e depois finalizar de longe até o ponto desejado. Um bom churrasco a todos

Foto: GettyImage